Australiano ANZ planeja expandir negociação física de commodities, diz fonte

segunda-feira, 30 de junho de 2014 11:54 BRT
 

SYDNEY/CINGAPURA (Reuters) - O banco Australia and New Zealand Banking Group (ANZ) (ANZ.AX: Cotações) planeja expandir sua operação para negociar commodities físicas, numa tentativa de ocupar o espaço deixado pela saída de grandes bancos de Wall Street e europeus, disse uma fonte do banco com conhecimento direto do assunto.

A terceira maior fonte de crédito da Austrália deverá fazer uma proposta para implementar uma mesa de trading de commodities físicas para o conselho da empresa em julho, disse a fonte à Reuters.

O plano é expandir a negociação física além de ouro e prata.

"Com a saída de grandes bancos dos Estados Unidos do mercado de negociação física de commodities, vemos uma oportunidade para entrar nesse mercado", disse a fonte que pediu para não ser identificada porque o assunto ainda não foi oficializado.

Diferente do atual negócio de comércio de ouro e prata, a proposta é para o banco operar em todos os aspectos da cadeia, desde originação até armazenagem e contratos de frete. Não estava claro qual commodities será negociadas.

Um porta-voz do ANZ disse que não irá comentar o assunto.

(Por Swati Pandey e Vidya Ranganathan)

((Tradução Redação São Paulo, 5511 5644 7762))

REUTERS GB FG