Produção de cerveja no Brasil sobe em junho, mas desacelera ritmo de crescimento

terça-feira, 1 de julho de 2014 08:58 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A produção brasileira de cerveja subiu 6,1 por cento em junho sobre um ano antes, mas recuou 6,2 por cento sobre maio, a 1,05 bilhão de litros, em mês marcado pelo início da Copa do Mundo no país.

O resultado, apurado a partir de dados do Sistema de Controle de Produção de Bebidas (Sicobe) divulgados pela Receita Federal, mostra desaceleração em relação a meses anteriores, apesar da expectativa criada em torno do impacto positivo do torneio de futebol para a indústria. A Copa termina em 13 de julho.

Tanto em maio como em abril, a produção brasileira de cerveja havia crescido dois dígitos na comparação anual.

No acumulado do primeiro semestre, a produção de cerveja avançou 11,5 por cento ante igual etapa de 2013, corroborando, por ora, estimativas de analistas e empresas de um crescimento na produção nacional em 2014 após declínio observado no ano passado.

REFRIGERANTES

A produção de refrigerante, por sua vez, mostrou queda de 2,2 por cento em junho ante igual mês do ano passado, e um declínio de 15,8 por cento na comparação com maio, a 1,06 bilhão de litros.

Nos seis primeiros meses do ano, a produção da bebida subiu 1,2 por cento.

O setor de bebidas frias - que engloba cervejas, refrigerantes, isotônicos e refrescos - viu o adiamento de um aumento da carga tributária que valeria a partir de 1o de junho, depois do governo suspender a elevação de impostos por três meses para evitar aumento de preços durante a Copa do Mundo e mais pressão sobre a inflação.

(Por Marcela Ayres)