Cibercriminosos podem ter desviado bilhões de sistema brasileiro de pagamentos

quarta-feira, 2 de julho de 2014 13:43 BRT
 

Por Michael Leibel

(Reuters) - Criminosos cibernéticos podem ter desviado bilhões de dólares de um popular sistema brasileiro de pagamentos online, usando um programa malicioso que direciona recursos a contas controladas por fraudadores, de acordo com relatório de pesquisa divulgado nesta quarta-feira.

A companhia de segurança norte-americana RSA, da armazenadora de dados EMC, afirmou que esses criminosos usavam um software conhecido como "Eupuds" para roubar recursos de consumidores brasileiros que usam o pagamento por boleto bancário, os direcionando a contas fraudulentas.

A RSA estima que os fraudadores procuraram desviar quase 8,6 bilhões de reais de mais de 192 mil contas, embora a quantia real roubada pode ser menor já que os pesquisadores não confirmaram quantos boletos foram pagos.

Os pesquisadoras disseram acreditar que a operação criminosa ainda está em andamento e ofereceram ajuda às autoridades brasileiras para acabar com a operação, que pode ter tido inicio em meados de 2012. A companhia de segurança informou que se reuniu com membros da Febraban entidade que representa a indústria bancária do Brasil.

Um representante da Febraban não comentou o assunto, alegando que o grupo não teve acesso ao conteúdo da pesquisa.

Atualmente as transações alvos do malware são processados ​​apenas em PCs rodando software Windows da Microsoft.

(Reportagem adicional de Guillermo Parra-Bernal em São Paulo)