Wall St fecha estável antes de relatório de emprego; S&P bate recorde

quarta-feira, 2 de julho de 2014 18:00 BRT
 

Por Ryan Vlastelica

NOVA YORK (Reuters) - As ações dos Estados Unidos fecharam estáveis nesta quarta-feira à medida que a leitura positiva sobre o emprego no setor privado norte-americano não atraiu compradores antes do amplamente aguardado relatório do mercado de trabalho de junho.

O índice Dow Jones avançou 0,12 por cento, para 16.976 pontos. O índice Standard & Poor's 500 teve valorização de 0,07 por cento, para 1.974 pontos. O termômetro de tecnologia Nasdaq caiu 0,02 por cento, para 4.457 pontos.

O dia teve pouca movimentação e baixo volume com o S&P registrando variação de apenas 0,2 por cento no intradia, a menor desde 1993, de acordo com a MKM Partners. Ainda assim, com os pequenos ganhos, o Dow e o S&P 500 registraram novos recordes no fechamento.

O Dow fechou a apenas 0,2 por cento da marca de 17 mil ponto, enquanto o S&P 500 ficou 1,5 por cento abaixo dos 2 mil pontos. Os dois números redondos podem servir de barreira psicológica num mercado que vem renovando repetidamente recordes históricos.

As empresas norte-americanas contrataram 281 mil trabalhadores em junho, marcando o maior aumento mensal no segmento privado desde novembro de 2012 e bem acima das expectativas do mercado.

"As chances de conseguirmos romper os 17 mil pontos em breve são bem boas. Mas as pessoas estão hesitantes em fazer grandes apostas antes do relatório de emprego, especialmente com a liquidez do mercado tão pequena", afirmou o estrategista-chefe de investimento da Northern Trust Global Investments, Jim McDonald. "Faz sentido a consolidação após os ganhos de ontem."