Barclays faz alerta contra reforma radical de mercado cambial

quinta-feira, 3 de julho de 2014 14:13 BRT
 

LONDRES (Reuters) - O mercado de câmbio precisa de "ajustes finos" e não de uma reformulação radical, e a ênfase deveria ser sobre a elevação dos padrões de operadoras, disse David Walker, presidente do Conselho do Barclays, nesta quinta-feira.

Reguladores globais estão investigando os mercados de câmbio por supostas manipulações por bancos e devem fazer relatos nos próximos meses sobre possíveis reformas.

Para Walker, uma regulação pesada iria "estragar os mercados ao jogar fora o trigo junto ao joio", e que elevar os padrões entre os operadores é a melhor solução.

"(O mercado) precisa de finos ajustes sensíveis. Há trabalho a fazer", disse Walker para repórteres.

O Barclays estava anunciando que montou uma nova academia de conformidade em carreiras para melhorar a capacitação de seus 2.100 funcionários que verificam como as regras regulatórias são aplicadas internamente.

Walker disse que o treinamento vai assegurar que os funcionários deem um passo além e atuem como mentores para colegas para melhorar a cultura e o comportamento.

O Barclays foi o primeiro de vários bancos a ser multado por manipular a taxa Libor, a taxa de juros interbancária de Londres, uma taxa de juros referencial amplamente usada.

(Por Huw Jones)