ANP sugere ao governo incluir blocos de Santos e Campos na 13ª rodada, diz fonte

quinta-feira, 3 de julho de 2014 17:42 BRT
 

Por Marta Nogueira

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A 13ª rodada de licitações de blocos de petróleo poderá incluir áreas em novas fronteiras marítimas e terrestres, assim como áreas maduras e de elevado potencial, em águas rasas das bacias de Campos e Santos, disse à Reuters uma fonte do governo.

A lista de áreas sugeridas foi enviada pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) ao Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) no mês passado, disse a fonte.

A ata de uma reunião da ANP realizada em 4 de junho mostra que sugestões para a 13ª rodada foram enviadas ao CNPE, mas o documento disponível no site da autarquia não apresenta nenhum detalhe sobre essas áreas.

Em um evento nesta terça-feira, no Rio de Janeiro, o diretor da ANP Helder Queiróz disse que todos os trâmites devem ser realizados a tempo para que a 13ª rodada, sob o regime de concessão, aconteça no primeiro semestre de 2015.

Segundo a fonte, a próxima rodada de leilões poderá ter número de áreas "igual ou maior que a 12ª rodada", que licitou blocos com potencial para gás natural, no fim do ano passado. Mas tudo dependerá de decisões estratégicas do governo federal, disse.

"Em termos de resultado (arrecadação pelo governo), a expectativa é que fique entre a 11ª e a 12ª", afirmou a fonte.

Os lances da 11ª rodada totalizaram 2,82 bilhões de reais e os da 12ª um montante aproximado de 165 milhões de reais.

A avaliação da fonte, é que a 11ª rodada teve resultado recorde porque nos cinco anos anteriores não houve novas licitações.   Continuação...