Ministra da Energia francesa confirma que não haverá aumento na tarifa

sexta-feira, 4 de julho de 2014 12:13 BRT
 

PARIS (Reuters) - A ministra da Energia da França, Segolene Royal, disse que não haverá aumento nas tarifas de energia neste ano, contradizendo o premiê francês, Manuel Valls, e afirmou que não foi decidido se os consumidores terão que fazer pagamentos retroativos pelo período 2012-2013.

A estatal francesa EDF (EDF.PA: Cotações) perdeu mais de 5 bilhões de dólares em valor de mercado em 19 de junho, depois que Royal cancelou um aumento de 5 por cento nas reguladas tarifas de energia previsto para se tornar efetivo em agosto.

Dois dias depois, Valls disse em comunicado que os preços de energia poderiam de fato aumentar no outono europeu, mas em um patamar menor que o inicialmente planejado.

"O aumento de 5 por cento está cancelado, e mesmo desagradando alguns especuladores, vamos continuar firmes nessa decisão", disse Royal nesta sexta-feira, pelo Twitter.

O jornal Le Parisien publicou nesta sexta-feira que os consumidores poderiam ter que pagar um valor extra de 30 a 45 euros pela decisão do tribunal administrativo mais alto do país de que a decisão do governo sobre os preços foi ilegal.

(Reportagem de Geert De Clercq e Marine Pennetier)