Rogério Calderón é o novo CFO do HSBC para América Latina, diz fonte

sexta-feira, 4 de julho de 2014 13:54 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - Rogério Calderón foi apontado como vice-presidente financeiro do HSBC para a América Latina, disse à Reuters uma fonte com conhecimento do assunto nesta sexta-feira.

A nomeação, comunicada internamente na quinta-feira, acontece num momento em que HSBC, maior banco europeu por valor de mercado, se desfaz de vários ativos ao redor do planeta e busca redefinir sua estratégia para a América Latina.

Calderón, que ocupava o posto de diretor de Relações com Investidores e Finanças Internacionais do Itaú Unibanco, teve a saída anunciada em fevereiro e, desde então, tem atuado como membro do Comitê de Auditoria da instituição.

Calderón deve assumir o novo posto no HSBC na segunda quinzena de julho, afirmou a fonte.

Consultado, o HSBC, sexto maior banco do Brasil em ativos, informou que não comentaria o assunto.

Em junho, o HSBC anunciou a redução, de 150 para cerca de 70 o número de países atendidos por sua área de private bank, após vender uma carteira de ativos na Suíça, tentando melhorar a rentabilidade e reduzir o riscos regulatórios.

Em 2011, o Itaú Unibanco comprou a carteira de clientes de alta renda do HSBC no Chile.

(Por Aluísio Alves e Guillermo Parra-Bernal)