Vendas da Renault na Europa crescem 4,7% no 1º semestre

segunda-feira, 7 de julho de 2014 07:49 BRT
 

PARIS (Reuters) - As vendas da Renault (RENA.PA: Cotações) no primeiro semestre subiram 4,7 por cento, com a recuperação na Europa compensando uma queda na demanda em mercados emergentes, revertendo as recentes tendências de mercado da montadora.

As vendas globais da Renault avançaram para 1,37 milhão de veículos, disse a empresa na segunda-feira, influenciadas pelo sucesso do novo compacto Clio e crossovers compactos em sua região doméstica ampliada.

Até o ano passado, a Renault confiava em mercados emergentes para resistir ao pior de uma prolongada queda na Europa quando a demanda caiu para o pior nível em duas décadas.

As vendas do primeiro semestre subiram 18 por cento na Europa e caíram 9 por cendo no resto do mundo, disse a Renaul.

Ao mesmo tempo que inicia uma esperada recuperação na Europa, as montadoras da região viram suas vendas internacionais caírem prejudicadas pelo câmbio em mercados emergentes como Rússia e América Latina, e em meio a tensões políticas na Ucrânia.

A Rússia, segundo maior mercado da Renault um ano atrás, caiu para terceiro lugar na primeira metade de 2014. A Argentina recuou de quinto para oitavo lugar.

A montadora disse que sua fatia de mercado em países emergentes se "mantém firme" conforme a demanda enfraquece.

A Renault resistiu a uma queda de 9 por cento no mercado no Brasil e na Argentina, com entregas caindo 2 por cento.

(Por Laurence Frost)