Cade aprova compra da Direct Express pela B2W

terça-feira, 8 de julho de 2014 09:22 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou, sem restrições, a aquisição de 100 por cento da Direct Express Logística Integrada pela varejista online B2W, conforme despacho publicado no Diário Oficial da União nesta terça-feira.

Controlada pela Lojas Americanas, a B2W havia anunciado em meados de junho a assinatura de contrato com a Tegma Gestão e Logística para compra da Direct Express por 127 milhões de reais.

Fundada em 2003, a Direct realiza serviços logísticos para cargas e encomendas expressas, que vão da armazenagem até a execução e informação de entregas.

A empresa possui uma estrutura de 21 mil metros quadrados de triagem em São Paulo, com cerca de 2.000 colaboradores, 1.500 veículos, e rede de 64 unidades de entrega em todo o país.

Em documento submetido ao Cade, as companhias afirmaram que a operação "busca consolidar o alcance do Grupo Lojas Americanas em todos os Estados, além de fortalecer o comércio eletrônico, que é complementar ao varejo físico". A B2W opera sites como Submarino e Americanas.com.

(Por Marcela Ayres)