Conab eleva previsões de safras de soja, milho e trigo do Brasil

quarta-feira, 9 de julho de 2014 10:30 BRT
 

SÃO PAULO, 9 Jul (Reuters) - A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) elevou ligeiramente nesta quarta-feira as suas previsões de colheitas dos principais grãos cultivados no Brasil, com destaque para o aumento na segunda safra de milho.

A previsão de safra total de milho do Brasil 13/14 foi elevada para 78,20 milhões de toneladas, contra 77,89 milhões em junho.

A segunda safra de milho foi estimada em 46,2 milhões de toneladas, ante 45,7 milhões da previsão de junho.

O aumento da segunda safra do cereal, em processo de colheita, mais do que compensou a redução na previsão da primeira, para 32 milhões de toneladas, ante 32,2 milhões em junho.

Na temporada anterior, o Brasil colheu ao todo (primeira e segunda safras) um recorde de 81,5 milhões de toneladas de milho, em meio a condições climáticas mais favoráveis.

A colheita de soja 2013/14 do país, já encerrada, foi reavaliada para um recorde de 86,27 milhões de toneladas, ante 86,05 milhões na previsão de junho e 81,5 milhões de toneladas da oleaginosa em 2012/13 --o crescimento de quase 10 por cento no plantio ante o ano passado mais do que compensou os efeitos do clima desfavorável em alguns Estados em 2014.

Com tais revisões, a produção total de grãos e oleaginosas da safra 13/14 do país está agora estimada em 193,87 milhões de toneladas, aumento de 2,8 por cento ante da safra anterior, que foi de 188,66 milhões, segundo o 10º levantamento da Conab.

Já a estimativa de safra de trigo do Brasil em 2014 ficou em 7,40 milhões de toneladas, ante 7,37 milhões em junho, contra 5,5 milhões de toneladas em 2013.

O aumento expressivo da safra de trigo, ainda em desenvolvimento, em sua maioria, ocorre diante de um crescimento de quase 20 por cento no plantio. No ano passado, a safra do Paraná ainda sofreu os efeitos de geadas.

(Por Roberto Samora)