Aneel deve postergar até fim do mês pagamento de R$1,3 bi por distribuidoras

quarta-feira, 9 de julho de 2014 10:35 BRT
 

BRASÍLIA, 8 Jul (Reuters) - A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) deverá aprovar na tarde desta quarta-feira a postergação, até o dia 31 de julho, do pagamento de 1,3 bilhão de reais que as distribuidoras teriam que realizar neste mês referente aos valores das operações no mercado de curto prazo que não estão cobertos pela tarifa de energia.

As informações são do diretor-geral da Aneel, Romeu Rufino, que falou a jornalistas ao chegar para a reunião semanal da diretoria da agência.

Segundo a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (Aneel), o montante total que as distribuidoras terão de pagar na liquidação de julho (referente às operações de maio) é de 1,9 bilhão de reais, incluindo nessa conta o montante que tem cobertura pela tarifa.

Rufino esteve na terça-feira no Ministério da Fazenda tratando de uma solução para ajudar as distribuidoras a cobrir os gastos com o mercado de curto prazo. Segundo ele, existem alternativas sendo analisadas, mas ele não quis adiantar quais.

Fontes que acompanham o assunto já haviam dito que uma das possibilidades será negociar um aditivo ao empréstimo de 11,2 bilhões de reais concedido ao setor por um conjunto de bancos e que já foi totalmente utilizado.

(Por Leonardo Goy)