Família do português Banco Espírito Santo visa medidas para alívio da dívida

quarta-feira, 9 de julho de 2014 12:49 BRT
 

LISBOA (Reuters) - As ações do português Banco Espírito Santo (BES) caíram mais de 8 por cento nesta quarta-feira, acompanhadas por um aumento nos rendimentos dos títulos portugueses, depois que relatos de uma reestruturação da dívida proposta alimentou preocupações sobre a saúde do setor bancário do país.

A família por trás de maior banco listado de Portugal em ativos está considerando swaps de dívida por capital e pode pedir mais tempo para pagar dívidas, uma vez que lida com problemas financeiros em sua holding de companhias, disseram duas fontes familiarizadas com o assunto na quarta-feira.

O Espirito Santo International (ESI) tem estado sob escrutínio desde que uma auditoria constatou "irregularidades materiais" na holding da família Espírito Santo, e ações do BES caíram diante das preocupações de que a base de capital do banco poderia ser afetada. As ações do BES perderam quase metade do seu valor no mês passado.

Uma das fontes familiarizadas com o assunto disse à Reuters que qualquer operação para trocar dívida por capital próprio ou de alongar o perfil dependia da aceitação por detentores de títulos e a segurança jurídica do processo de reestruturação deve ser primeiramente certificada, inclusive com as autoridades do Luxemburgo e de Portugal.

A fonte disse que a venda de ativos também estava sendo analisada a médio prazo, mas que exigia ainda mais preparações já que credores e acionistas atuais poderiam mais tarde contestar qualquer venda de ativos.

A segunda fonte disse que o grupo tinha de ser recapitalizado para aliviar sua carga de dívidas e as opções sobre como conseguir isso ainda estavam sendo analisadas ​​dívida.

(Por Sérgio Gonçalves e Adrei Khalip)