Bovespa sobe 1,8% por especulação eleitoral após derrota do Brasil na Copa

quinta-feira, 10 de julho de 2014 18:11 BRT
 

Por Priscila Jordão

SÃO PAULO (Reuters) - A Bovespa teve nesta quinta-feira sua maior alta em um mês, apesar do clima negativo no mercado internacional, com ações de peso reagindo a especulações sobre o impacto que a derrota do Brasil para a Alemanha na Copa do Mundo pode trazer para a eleição presidencial de outubro.

O Ibovespa subiu 1,79 por cento, a 54.592 pontos, maior ganho percentual desde 9 de junho. O giro financeiro do pregão foi forte, de 7,78 bilhões de reais.

As ações de empresas brasileiras negociadas em Nova York (American Depositary Receipts) subiram na quarta-feira diante da especulações do mercado de que a derrota de 7x1 do Brasil para a Alemanha na semifinal da Copa do Mundo reduz chances de reeleição da presidente Dilma Rousseff. A Bovespa ficou fechada na véspera por conta de feriado estadual e corrigiu a defasagem em relação aos ADRs neste pregão.

Alguns analistas do mercado financeiro avaliam que a derrota para a Alemanha pode aumentar a insatisfação do eleitor e prejudicar a presidente até outubro. "A ideia é que uma possível vitória do Brasil seria uma arma a ser usada para promover o governo", escreveu a Elite Corretora em nota.

O mercado aguarda a divulgação de novas pesquisas eleitorais para avaliar o impacto da goleada nas intenções de voto da presidente Dilma e seus principais adversários. Cientistas políticos, no entanto, entendem que as vitórias ou derrotas esportivas têm efeito curto nas campanhas eleitorais, mesmo uma derrota histórica como a de terça-feira.

As ações preferenciais da Petrobras subiram 4,5 por cento e os papéis do Itaú Unibanco ganharam 4,63 por cento, apesar de normalmente as ações do maior banco privado do país reagirem às especulações eleitorais como papéis de estatais.

"O movimento pode ser resultado do fluxo de investidores estrangeiros comprando ações brasileiras, pois o Itaú é o papel que mais tem peso individualmente no Ibovespa", disse o analista Luis Gustavo Pereira, da Guide Investimentos.

A companhia aérea Gol teve a maior alta do Ibovespa, de 10,96 por cento, pegando carona na melhora de recomendação pela corretora Raymond James e após o governo publicar regras para redistribuição de slots no aeroporto de Congonhas.   Continuação...