Wells Fargo tem leve alta no lucro, diz que economia está melhorando

sexta-feira, 11 de julho de 2014 10:51 BRT
 

(Reuters) - O Wells Fargo, maior banco de hipotecas nos Estados Unidos, divulgou um aumento de 3 por cento no lucro trimestral, ajudado por um rali nos mercados de ações e renda fixa, e disse estar vendo sinais de que a economia norte-americana está melhorando.

O banco afirmou que seus negócios de mercados de capitais, banco corporativo, imóveis comerciais, cartão de débito e crédito pessoal tinham todos mostrado evolução no período em comparação com o primeiro trimestre do ano.

"Nossos resultados... refletem a forte qualidade de crédito guiada por uma melhora na economia, especialmente no mercado imobiliário, e nossa contínua disciplina em risco", disse o presidente-executivo e presidente do Conselho John Stumpf em um comunicado.

Mas a receita de empréstimos hipotecários e de banco de investimento caiu, e o crescimento total de empréstimos foi modesto.

O lucro líquido aplicável aos detentores de ações ordinárias subiu para 5,42 bilhões de dólares, ou 1,01 dólar por ação, no segundo trimestre, ante 5,27 bilhões, ou 0,98 dólar por papel, um ano antes, ficando em linha com a expectativa média de analistas.

A receita caiu para 21,1 bilhões de dólares, ante 21,4 bilhões de dólares no segundo trimestre de 2013, mas levemente acima das expectativas, segundo a Thomson Reuters I/B/E/S.

O negócio de hipotecas do banco, que responde por quase um em cada seis financiamentos imobiliários nos EUA, foi contido por uma fraca temporada de vendas de primavera na comparação com um ano antes.

O Wells Fargo, o primeiro grande banco dos EUA a divulgar resultados do trimestre, emprestou 47 bilhões de dólares em hipotecas, uma queda ante os 112 bilhões de dólares um ano antes, mas uma alta em relação aos 36 bilhões de dólares no primeiro trimestre.

Os ganhos com hipotecas caíram 39 por cento na comparação anual, para 1,7 bilhão de dólares.

(Por Peter Rudegeair e Tanya Agrawal)