Ações europeias têm leve alta por alívio em preocupações com Portugal

sexta-feira, 11 de julho de 2014 14:31 BRT
 

Por Francesco Canepa

LONDRES (Reuters) - As bolsas europeias fecharam com leve alta e as ações portuguesas tiveram leve recuperação nesta sexta-feira, diante de menores preocupações com a saúde do maior banco português e seu impacto sobre o sistema financeiro da zona do euro.

O índice FTSEurofirst 300, que reúne os principais papéis do continente, subiu 0,16 por cento, a 1.352 pontos, mas fechou a semana com queda de 3,5 por cento, maior perda desde abril.

O Banco Espírito Santo informou na quinta-feira que não será afetado pelas perdas associadas à família fundadora e a sua holding. O anúncio acalmou os temores de investidores com uma possível reação em cadeia que atingisse outros bancos, especialmente na periferia da zona do euro.

O índice português PSI20 terminou no azul, mas acumulou queda de 10 por cento na semana, maior perda desde 2010, quando teve início a crise de dívida soberana do país.

Dúvidas sobre a saúde financeira da família que controla o BES levaram o PSI20 à mínima em nove meses na quinta-feira e impactaram bolsas na Europa.

"Embora o banco tenha alguma exposição à holding, mais de um bilhão de euros, está bastante claro que eles têm capital suficiente, mais de 2 bilhões de euros", disse a gestora do Ashburton Investments Veronika Pechlaner, que ajuda a administrar 13 bilhões de dólares em ativos.

"Então o risco sistêmico ao sistema bancário de Portugal é limitado, e é isso que o mercado está dizendo", acrescentou.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,27 por cento, a 6.690 pontos.   Continuação...