Gastos fiscais da China saltam 26,1% em junho ante 2013

segunda-feira, 14 de julho de 2014 10:20 BRT
 

PEQUIM (Reuters) - Os gastos fiscais da China saltaram 26,1 por cento em junho ante o ano anterior, para 1,65 trilhão de iuanes (265,84 bilhões de dólares), refletindo os esforços do governo para acelerar os gastos com o objetivo de sustentar a economia.

O aumento dos gastos acelerou ante alta de 24,6 por cento em maio.

Do total de 6,9 trilhões de iuanes de gastos do governo nos seis primeiros meses, o dinheiro desembolsado com projetos em moradias públicas foi o que mais cresceu, saltando 30,2 por cento ante o ano anterior, para 201,9 bilhões de iuanes, disse o Ministério das Finanças nesta segunda-feira.

Dados e pesquisas recentes indicaram alguns sinais de estabilização da economia diante de uma série de medidas de estímulo do governo, mas muitos economistas acreditam que mais suporte de política pode ainda ser necessário para Pequim cumprir sua meta de crescimento econômico em 2014 de cerca de 7,5 por cento.

"Os dados até agora em junho parecem relativamente mais fracos em comparação com os últimos períodos de recuperação", disse o HSBC em nota na semana passada.

O governo divulgará os dados sobre o Produto Interno Bruto do segundo trimestre na quarta-feira.

(Reportagem de Aileen Wang e Koh Gui Qing)

 
Os gastos fiscais da China saltaram 26,1 por cento em junho ante o ano anterior, para 1,65 trilhão de iuanes (265,84 bilhões de dólares), refletindo os esforços do governo para acelerar os gastos com o objetivo de sustentar a economia. 13/11/2009 REUTERS/Stringer