Yellen defende que Fed seja expansionista mesmo após recuperação, segundo artigo

segunda-feira, 14 de julho de 2014 11:02 BRT
 

(Reuters) - O Federal Reserve ainda precisará conduzir a política monetária de forma "excepcionalmente expansionista" mesmo após a economia norte-americana voltar "aonde queremos que ela esteja", disse a chair do banco central dos EUA, Janet Yellen, segundo artigo publicado na revista New Yorker.

Na edição de 21 de julho da revista, que entrevistou Yellen três vezes nos últimos meses, ela diz que a economia ainda enfrenta turbulências.

"Portanto, mesmo quando as turbulências diminuírem ao ponto em que a economia finalmente estiver de volta aos eixos e aonde queremos que esteja, ainda será necessária uma política monetária excepcionalmente expansionista", de acordo com o artigo, que reitera o papel de Yellen como servidora pública.

"Venho de uma corrente intelectual onde a política pública é importante, onde pode fazer uma contribuição positiva. É nossa obrigação social fazer isso", disse ela, segundo a versão online do artigo. "Podemos ajudar a tornar o mundo um lugar melhor".

Yellen, que assumiu o comando do Fed em fevereiro, deve fazer um depoimento sobre a política monetária perante comitês do Congresso nestas terça e quarta-feira. Ela tem reiterado há muito os persistentes danos que a recessão causou no mercado de trabalho e deve fazer isso novamente nesta semana.

Ainda assim, a rápida queda da taxa de desemprego e a inflação mais firme estão pressionando o banco central a preparar o terreno para um eventual aumento das taxas de juros, provavelmente no ano que vem.

(Por Jonathan Spicer)