Dólar fecha em queda de 0,45% ante real, de olho em Fed e BC brasileiro

segunda-feira, 14 de julho de 2014 17:17 BRT
 

Por Bruno Federowski

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar fechou em queda ante o real nesta segunda-feira num dia de poucos movimentos e fluxo mais positivo, à espera de novos sinais sobre o futuro da política monetária do Federal Reserve, banco central dos Estados Unidos, e sob a constante intervenção do Banco Central brasileiro.

A moeda norte-americana recuou 0,45 por cento, a 2,2115 reais na venda, perto da mínima da sessão de 2,2110 reais. Na máxima, a divisa saiu a 2,2230 reais.

Segundo dados da BM&F, o giro financeiro ficou em torno de 1,1 bilhão de dólares.

"O mercado está caminhando sempre de lado nessas últimas semanas e hoje foi um dia excepcionalmente vazio. O movimento é mais de fluxo do que de notícia", afirmou o operador de câmbio da corretora Intercam Glauber Romano.

"Enquanto não tivermos grandes acontecimentos no exterior, não vejo grandes empolgações no câmbio", acrescentou.

A divisa dos EUA vem operando entre 2,20 e 2,25 reais desde o início de abril, banda informal que boa parte do mercado acredita agradar ao BC, pois não pressiona a inflação e, ao mesmo tempo, não prejudica as exportações.

Pela manhã, o BC brasileiro vendeu a oferta total de até 4 mil swaps cambiais, que equivalem a venda futura de dólares. Foram 2 mil contratos para 2 de fevereiro e 2 mil para 1º junho de 2015, com volume equivalente a 198,3 milhões de dólares.

Em seguida, vendeu a oferta total de até 7 mil swaps para rolagem dos contratos que vencem em agosto. Ao todo, o BC já rolou cerca de 25 por cento do lote total, que corresponde a 9,457 bilhões de dólares.   Continuação...