BC do Japão mantém política monetária e reduz estimativa para economia

terça-feira, 15 de julho de 2014 07:17 BRT
 

TÓQUIO (Reuters) - O banco central do Japão manteve a política monetária nesta terça-feira e reduziu ligeiramente sua estimativa de crescimento econômico para o atual ano fiscal, refletindo exportações menores e uma queda maior do que o esperado nos gastos das famílias após o aumento do imposto sobre vendas em abril.

Em uma revisão trimestral de suas estimativas de longo prazo, o BC manteve sua projeção de que a inflação ao consumidor vai gradualmente acelerar na direção da meta de 2 por cento no próximo ano.

Como esperado, o BC votou por unanimidade para manter sua promessa de elevar a base monetária, ou dinheiro e depósitos no banco central, a um ritmo anual de 60 trilhões a 70 trilhões de ienes (592-691 bilhões de dólares).

O banco central tem mantido a política monetária desde que lançou um forte estímulo em abril do ano passado, quando prometeu dobrar a base monetária através de agressivas compras de ativos para alcançar sua meta de inflação de 2 por cento em cerca de dois anos.

(Reportagem de Leika Kihara, Stanley White, Tetsushi Kajimoto e Kaori Kaneko)