Microsoft deve anunciar cortes de empregos nesta semana, diz Bloomberg

terça-feira, 15 de julho de 2014 11:32 BRT
 

(Reuters) - A Microsoft está planejando sua maior rodada de corte de pessoal em cinco anos, à medida que a desenvolvedora de software busca integrar a unidade de aparelhos móveis Nokia, segundo a Bloomberg, citando pessoas com conhecimento dos planos da companhia.

As demissões, que devem ser anunciadas já nesta semana, podem ocorrer na unidade Nokia e em áreas da Microsoft que se sobrepõem com essa unidade, e também em marketing e engenharia, de acordo com a Bloomberg.

Desde a absorção do negócio de aparelhos móveis da Nokia neste ano, a Microsoft conta com 127 mil funcionários, muito mais do que as rivais Apple e Google. Wall Street espera que o presidente-executivo da Microsoft, Satya Nadella, faça cortes de pessoal, no que seria a maior rodada de demissões na empresa desde 2009, segundo a reportagem.

A reestruturação pode acabar sendo a maior na história da companhia, superando os 5.800 postos de trabalho cortados em 2009, segundo a matéria.

Na semana passada, Nadella circulou um memorando a empregados no qual prometeu otimizar a organização e "desenvolver processos de negócios mais enxutos", mas não quis comentar sobre os amplamente esperados cortes de empregos na companhia.

Nadella disse que irá tratar de questões detalhadas de organização e de finanças para o novo ano fiscal da companhia, que começou neste mês, quando a Microsoft divulgar seus resultados trimestrais em 22 de julho.

Representantes da Microsoft não foram imediamente encontrados para fazer comentários.

(Por Supriya Kurane)