Ações alemãs e portuguesas fazem bolsas fecharem em queda

terça-feira, 15 de julho de 2014 14:11 BRT
 

Por Sudip Kar-Gupta

LONDRES (Reuters) - As ações europeias fecharam em baixa nesta terça-feira, com a queda da confiança do investidor pesando sobre o índice alemão DAX e preocupações com o banco português Espírito Santo enfraquecendo o mercado de Lisboa.

O índice FTSEurofirst 300, que reúne os principais papéis do continente, fechou em queda de 0,38 por cento, a 1.358 pontos.

O recuo do DAX e do português PSI20 contribuiu para a queda das bolsas da região, que se afastaram das máximas em anos atingidas no fim de junho.

O índice alemão recuou na esteira da pesquisa ZEW, que mostrou que a confiança de investidores e analistas caiu em julho pelo sétimo mês seguido, par ao nível mais baixo desde dezembro de 2012.

A bolsa de Lisboa também foi pressionada pelo tombo nas ações do Banco Espírito Santo (BES) e da Portugal Telecom. A ação do BES recuou 14,6 por cento.

A queda nas ações da Portugal Telecom se seguiu a notícias de que a Rioforte, empresa holding da família Espírito Santo, está se preparando para entrar com pedido de proteção contra seus credores.

A notícia veio horas antes do prazo para o pagamento pela Rioforte de uma dívida de 1 bilhão de dólares com a Portugal Telecom. A Rioforte detém uma fatia de 49 por cento no Espírito Santo Financial Group, maior acionista do BES. A Rioforte recusou-se a comentar.

O vice-presidente de Investimentos do banco suíço Reyl, François Savary, disse que, embora não veja qualquer problema maior e sistêmico no BES, o movimento destaca a natureza frágil de economias do sul da Europa, como Portugal, Espanha e Itália.   Continuação...