Indústria eleva previsão de exportação de carne de frango do Brasil

quarta-feira, 16 de julho de 2014 16:11 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - As exportações de carne de frango do Brasil devem crescer entre 3 e 4 por cento em 2014, ante estimativa anterior de alta de 2 a 2,5 por cento, impulsionadas pelo fortalecimento das vendas para a China e a Venezuela, além da consolidação dos embarques para Hong Kong, disse nesta quarta-feira o vice-presidente para aves da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), Ricardo Santin.

"Esta demanda é puxada pela Ásia. Os embarques melhoraram, com a habilitação de cinco plantas e outras devem ser habilitadas... Também teve a retomada de volumes para a Venezuela", declarou Santin.

O Brasil é o maior exportador global de carne de frango.

A expectativa da entidade é que mais sete plantas de aves --totalizando 29 plantas--, e uma de suínos sejam habilitadas a exportar para o mercado chinês ainda neste semestre.

Segundo ele, as plantas já foram visitadas, aprovadas e estão na fase final para liberação dos embarques.

Além do cenário favorável nesses mercados, Santin observou que cerca de 30 mil a 35 mil toneladas que deixaram de ser embarcadas em junho, em função de chuvas que interromperam as operações portuárias no Sul do país, também foram embarcadas a partir de julho.

"Não fosse este problema no Sul, o crescimento das exportações no primeiro semestre teria sido de 2 por cento", disse Santin.

A indústria também se prepara para um segundo semestre mais firme no mercado interno, com os alojamentos e preparativos para as festas de fim de ano, que tradicionalmente alavancam as vendas no período.

  Continuação...