Embraer assina acordo para vender 60 aviões E190 para a China

quinta-feira, 17 de julho de 2014 11:29 BRT
 

BRASÍLIA (Reuters) - A Embraer fechou acordo para vender 60 aviões comerciais de passageiros modelo E190 para a China, enquanto os presidentes dos dois países se reúnem em Brasília, disse o governo brasileiro nesta quinta-feira.

A Embraer venderá 40 aviões para a companhia aérea chinesa Tianjin Airlines, sendo metade dessa quantia da segunda geração que está sendo desenvolvida pela fabricante e entrará em serviço em 2018.

O Banco Industrial e Comercial da China comprará outros 20 aviões, seguindo um acordo de 2012 para fornecer leasing aos aviões da Embraer.