Lenta recuperação europeia tira brilho da alta no lucro da Volvo no 2º tri

sexta-feira, 18 de julho de 2014 08:58 BRT
 

ESTOCOLMO (Reuters) - A montadora global de caminhões Volvo divulgou um crescimento menor que o esperado no lucro nesta sexta-feira, uma vez que uma retomada mais lenta do que o esperado na demanda em seu maior mercado, a Europa, deixou a companhia com excesso de capacidade na produção.

Mas a empresa, a maior da Suécia em vendas e a maior empregadora do setor privado, disse também que está ligeiramente adiantada no plano com esforços de conseguir preços melhores para seus caminhões e impulsionar as margens de lucro em sua maior unidade.

A Volvo, que disputa a liderança do mercado com a Daimler e as marcas Scania e MAN da Volkswagen, disse que o lucro operacional, excluindo encargos de reestruturação, subiu para 4,3 bilhões de coroas (629 milhões de dólares) ante 3,3 bilhões de coroas no ano passado, e uma previsão de 5,0 bilhões de coroas em uma pesquisa da Reuters com analistas.

A Volvo, que fabrica caminhões pesados sob as marcas Renault, Mack e UD além de sua própria marca, disse que a entrada de pedidos de seus caminhões caiu 6 por cento na base anual no segundo trimestre, mais forte que os 3 por cento previstos por analistas.

"Na sequência do fraco primeiro trimestre, o mercado europeu se recuperou gradualmente durante o segundo trimestre, mas a melhora começou um pouco mais tarde do que havíamos antecipado", disse a Volvo em um comunicado.

(Por Niklas Pollard e Johannes Hellstrom)