Lagarde, do FMI, diz que mercados "talvez estejam otimistas demais" com Europa

sexta-feira, 18 de julho de 2014 09:12 BRT
 

PARIS (Reuters) - A diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional, Christine Lagarde, alertou nesta sexta-feira que os mercados financeiros "talvez estejam otimistas demais" porque o alto desemprego e a grande dívida na Europa podem afetar o investimento e as perspectivas futuras de crescimento.

Lagarde pediu ao Banco Central Europeu (BCE) que mantenha a política monetária expansionista até que a demanda privada tenha se recuperado totalmente e fez um apelo aos países da UE a lidarem com questões estruturais que afetem criação de emprego e produtividade.

Poucos dias após o FMI ter alertado em um relatório regular sobre a zona do euro que qualquer novo choque pode interromper a recuperação econômica do bloco, Lagarde afirmou: "A boa notícia é que a economia europeia está se recuperando da crise. A confiança está melhorando e os mercados financeiros estão otimistas. Talvez otimistas demais."

O FMI tem pedido à zona do euro que dê suporte à demanda econômica, finalize uma reforma do setor bancário conhecida como união bancária e avance com reformas estruturais.

"Existe o perigo de um círculo vicioso: desemprego persistentemente alto e alta relação dívida/PIB colocam em risco o investimento e crescimento futuro mais baixo", disse Lagarde, de acordo com o texto preparado de discurso para uma conferência em Paris.

(Reportagem de Leigh Thomas)