Latam Airlines reduz perspectiva para crescimento de margem em 2014

sexta-feira, 18 de julho de 2014 19:24 BRT
 

SANTIAGO (Reuters) - A Latam Airlines, maior grupo de transporte aéreo da América Latina, reduziu sua perspectiva de crescimento de margem operacional em 2014, diante do impacto negativo na demanda de passageiros de negócios e turismo durante a Copa do Mundo no Brasil.

A Latam, formada pela chilena LAN e pela brasileira TAM, ajustou para 4 a 5 por cento sua previsão de crescimento de margem operacional neste ano. A estimativa anterior estava na faixa de entre 6 e 8 por cento.

"A companhia estima um impacto negativo em nossa margem operacional associada ao Mundial de Futebol de entre 140 e 160 milhões de dólares, principalmente como resultado de menores receitas", disse a companhia em comunicado.

A empresa afirmou que a revisão também considerou um cenário econômico mais fraco na América Latina, "incluindo tendências de crescimento de PIB mais lentas que o esperado e moedas mais fracas em vários países".

A Latam disse que reduziu crescimento de capacidade na maioria dos mercados em que opera, sobretudo em rotas nacionais nos países de fala hispânica.

O crescimento de capacidade medido por assentos por quilômetro (ASK, na sigla em inglês) nos países hispânicos foi reduzido para 3 a 5 por cento ante estimativa anterior de 5 a 7 por cento.

No Brasil, o ASK foi ajustado à faixa entre queda de 2 por cento e estabilidade. Anteriormente a empresa esperava oferta estável.

A Latam tem sede em Santiago e unidades de operação em Argentina, Brasil, Colômbia, Chile, Equador, Peru e Paraguai.

(Por Fabián Andrés Cambero)