Ações asiáticas são sustentadas por desempenho da indústria na China

quinta-feira, 24 de julho de 2014 07:41 BRT
 

Por Wayne Cole

SYDNEY (Reuters) - As ações asiáticas subiram nesta quinta-feira uma vez que os resultados de companhias norte-americanas de tecnologia impressionaram e uma leitura surpreendentemente forte da atividade industrial na China fortaleceu as esperanças de uma recuperação na segunda maior economia do mundo.

O Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) preliminar da HSBC para a China alcançou 52,0 em julho, muito acima de previsões de uma pequena alta para 51 em julho e a maior leitura em 18 meses. Além disso, boas notícias também surgiram em relação à perspectiva, com um subíndice de novos pedidos alcançando 53,7.

Às 7h10 (horário de Brasília), o índice MSCI que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão avançava 0,29 por cento, e o índice australiano atingiu mais uma máxima de seis anos.

Os números de exportação do Japão não foram tão bons e o índice Nikkei de Tóquio caiu 0,3 por cento. O índice sul-coreano Kospi recuou 0,1 por cento após dados mostrarem que a economia cresceu ao ritmo mais lento em mais de um ano, levando Seul a lançar um pacote de medidas de estímulo.

A temporada de resultados nos Estados Unidos está ajudando a confiança ao se mostrar melhor do que se temia inicialmente. O Barclays estima que entre os 22 por cento das companhias do S&P 500 que divulgaram resultados trimestrais desde 1º de julho, 64 por cento superaram as expectativas de lucro e 65 por cento bateram as estimativas de receita.