Lucro da Ford no 2o tri supera expectativa e atinge recorde na América do Norte

quinta-feira, 24 de julho de 2014 10:22 BRT
 

DEARBORN (Reuters) - O lucro operacional da Ford Motor no segundo trimestre superou as estimativas de Wall Street, com um resultado melhor que o esperado na América do Norte e na Europa compensando cifras mais fracas na região Ásia-Pacífico e na América do Sul.

O vice-presidente financeiro da Ford, Bob Shanks, disse que os custos mais baixos ajudaram a impulsionar o lucro antes de impostos da empresa na América do Norte para um recorde de 2,44 bilhões de dólares. Nove analistas consultados pela Reuters esperavam lucro antes de impostos de 2,04 bilhões de dólares.

A expectativa é que os custos no segundo semestre do ano avancem, conforme a companhia lança mais produtos, incluindo o veículo mais importante de seu portfólio, a picape F-150.

A margem operacional da empresa na América do Norte subiu para 11,6 por cento, ante 10,6 por cento um ano antes.

A Ford manteve sua meta de um lucro antes de impostos entre 7 bilhões a 8 bilhões de dólares no consolidado do ano.

A previsão da empresa para a América do Sul foi reajustada para refletir perda maior que a esperada anteriormente. Agora a empresa estima equilíbrio entre receitas e despesas ou prejuízo no segundo semestre.

No trimestre, a América do Sul teve perda de 295 milhões de dólares, ante perda de 182 milhões esperada por nove analistas consultados pela Reuters.

Excluindo itens não recorrentes, a Ford lucrou 2,6 bilhões de dólares, ou 0,40 dólar por ação, o que superou a previsão de 0,36 dólar por ação de analistas, segundo a Thomson Reuters I/B/E/S.

O lucro líquido no trimestre foi de 1,3 bilhão de dólares, ou 0,32 dólar por ação, alta em relação ao lucro de 1,23 bilhão de dólares, ou 0,30 dólar por ação, um ano antes. A receita trimestral foi de 37,4 bilhões de dólares, ante 37,9 bilhões de dólares no mesmo período do ano passado.

O F-150 começará a ser produzido na fábrica da Ford em Dearborn em outubro, e em sua fábrica em Kansas City, Missouri, no início de 2015.

(Por Bernie Woodall)