BC da Rússia surpreende com alta de 0,50 p.p. na taxa de juros

sexta-feira, 25 de julho de 2014 10:10 BRT
 

MOSCOU (Reuters) - O banco central da Rússia elevou sua principal taxa de juros em 0,50 ponto percentual nesta sexta-feira em uma decisão inesperada e afirmou que pode elevar mais os juros, citando preocupações com a inflação alta e tensões geopolíticas, em uma aparente referência à Ucrânia.

A Rússia tem sido afetada por sanções sobre seu envolvimento na crise da Ucrânia, e isso provocou quedas nas ações domésticas e no rublo.

A decisão do banco leva a principal taxa de juros a 8 por cento, após altas acumuladas de 2 pontos percentuais em março e abril.

"Os riscos de inflação aumentaram devido a uma combinação de fatores, incluindo, entre outras coisas, o agravamento da tensão geopolítica e seu potencial impacto na dinâmica da taxa de câmbio do rublo, assim como mudanças potenciais na política tributária", disse o BC em comunicado.

Em junho, a taxa de inflação atingiu 7,8 por cento na base anual e o núcleo da inflação avançou 7,5 por cento, bem acima da estimativa do BC de até 6,5 por cento para o ano todo.

"O principal motivo para a aceleração da inflação foi o efeito da observada depreciação do rublo nos preços de uma gama de bens e serviços", disse o BC.

O banco central também afirmou que "incertezas políticas externas" têm um impacto negativo na atividade doméstica.

(Reportagem de Lidia Kelly, Alexander Winning e Oksana Kobzeva)