Decisão de juiz dos EUA é impossível de cumprir, diz ministro argentino

sexta-feira, 25 de julho de 2014 10:49 BRT
 

BUENOS AIRES (Reuters) - A decisão do juiz norte-americano Thomas Griesa para que os credores de bônus argentinos sejam pagos em sua totalidade "é impossível de cumprir", disse nesta sexta-feira o ministro da Economia da Argentina, Axel Kicillof.

"A Argentina quer negociar, a Argentina está disposta a negociar em condições justas", ressaltou o ministro na abertura do Conselho de Administração do Banco del Sur, que acontece em Buenos Aires.

O governo argentino insistiu nesta sexta-feira que a falta de um acordo com os credores deve-se à negligência dos chamados "holdouts", os fundos detentores de títulos que se recusaram a participar da reestruturação da dívida argentina, e do juiz do processo, que buscam "pulverizar" as reestruturações realizadas pelo país em 2005 e 2010.

(Por Alejandro Lifschitz)