Economia dos EUA tem forte recuperação e cresce 4% no 2º tri

quarta-feira, 30 de julho de 2014 10:41 BRT
 

Por Lucia Mutikani

WASHINGTON (Reuters) - O crescimento da economia dos Estados Unidos acelerou mais que o esperado no segundo trimestre e a contração no período anterior foi menos severa do que o relatado anteriormente, fortalecendo as perspectivas de um desempenho mais forte nos últimos seis meses do ano.

O Produto Interno Bruto (PIB) expandiu a uma taxa anual de 4,0 por cento no segundo trimestre após encolher 2,1 por cento no primeiro trimestre, segundo número revisado, informou o Departamento do Comércio nesta quarta-feira.

Isso levou o PIB para acima da tendência de crescimento potencial da economia, que analistas colocam em algo entre 2 por cento e 2,5 por cento. Economistas consultados pela Reuters esperavam que a economia cresceria a uma taxa de 3,0 por cento no segundo trimestre, depois da contração relatada anteriormente de 2,9 por cento.

Após os dados, as bolsas norte-americanas abriram em alta e os rendimentos dos Treasuries dos EUA subiram. O dólar atingiu máxima de sete semanas contra o iene e recorde de oito meses ante o euro. A economia cresceu 0,9 por cento no primeiro semestre deste ano e o crescimento em 2014 como um todo pode ficar em média acima de 2 por cento. A contração no primeiro trimestre, que foi em grande parte relacionada ao clima, foi a maior em cinco anos.

O crescimento do emprego, cuja criação de vagas superou a marca de 200 mil em cada um dos últimos cinco meses, e leituras fortes sobre os setores industrial e de serviços do Instituto de Gestão de Fornecimento (ISM, na sigla em inglês) sustentam as expectativas altistas para o resto do ano.

O governo também publicou revisões de dados anteriores do PIB que vão até 1999, mostrando que a economia teve um desempenho muito mais forte na segunda metade de 2013 e para aquele ano como um todo do que relatado anteriormente.

DE OLHO NO FED   Continuação...