Bovespa fecha em queda por realização em dia com dados nos EUA e balanços

quarta-feira, 30 de julho de 2014 18:03 BRT
 

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - A bolsa brasileira fechou em queda nesta quarta-feira, com investidores embolsando lucros, enquanto aguardam definições na cena política doméstica e no ambiente internacional para tomar mais risco.

O crescimento acima do esperado da economia norte-americana e a decisão de política monetária do banco central dos Estados Unidos dividiram as atenções com a temporada de resultados de empresas brasileiras.

O Ibovespa caiu 0,42 por cento, a 56.877 pontos. O giro financeiro do pregão foi de 5,24 bilhões de reais, abaixo da média do ano de 6,5 bilhões de reais.

"Tem muita coisa no ar ainda, como as negociações da dívida da Argentina, pesquisas eleitorais... E a falta de volume está limitando movimentações maiores", disse o gerente da mesa de renda variável da Fator Corretora, Frederico Ferreira Lukaisus. "Para mim, a bolsa fecha no zero-a-zero".

Nos Estados Unidos, o Federal Reserve reduziu as compras mensais de ativos em 10 bilhões de dólares e disse que a inflação se moveu "um pouco mais perto" do objetivo de longo prazo. Mais cedo, dados mostraram que a economia dos Estados Unidos cresceu acima do esperado no segundo trimestre.

Em Nova York, o índice S&P 500 fechou praticamente estável, a 1.970 pontos, enquanto o índice Dow Jones recuou 0,19 por cento, a 16.880 pontos.

Da safra de balanços local, a Cielo liderou as perdas do índice após o resultado do segundo trimestre acusar maiores despesas operacionais, embora o lucro líquido tenha crescido.

As ações da Gerdau também exerceram influência negativa. A empresa divulgou pela manhã que seu resultado de abril a junho foi pressionado por fraqueza nas operações siderúrgicas e de minério de ferro no Brasil.   Continuação...