Fisher, do Fed, vê elevação de juros "significativamente" mais cedo

sexta-feira, 1 de agosto de 2014 08:52 BRT
 

(Reuters) - Fortes dados econômicos dos Estados Unidos, e em particular leituras mais fortes da inflação, deixaram o Federal Reserve, banco central do país, "significativamente" mais perto de sua primeira elevação da taxa de juros, disse Richard Fisher, presidente do Fed de Dallas, segundo a CNBC.

"Me parece que, e tenho argumentado isso, que a data da chamada 'decolagem' foi antecipada", disse Fisher de acordo com a CNBC.

"Sinto pessoalmente que estamos mais próximos da alta do que estávamos, do que as pessoas acreditavam que estávamos, do que os mercados presumiam que estávamos, em alguma data perto do final de 2015", disse Fisher. "Acredito pessoalmente que antecipamos (esta data) significativamente".

Fisher, que tem direito a voto neste ano no painel de definição de política do Fed, disse que está preocupado que o Fed agirá para combater a inflação tarde demais.

(Por Ann Saphir)