Via Varejo transfere 12 lojas para Casa & Vídeo no âmbito de determinação do Cade

sexta-feira, 1 de agosto de 2014 09:57 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A Via Varejo fechou a venda do direito de exploração de 12 lojas no Estado do Rio de Janeiro para a rede Casa & Vídeo, no âmbito da determinação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) para que se desfizesse de 74 pontos de venda.

Conforme documento submetido pelas empresas ao órgão antitruste, o negócio com a Casa & Vídeo envolve a transferência dos contratos de locação e de determinados ativos fixos de duas unidades da Via Varejo em Duque de Caxias, duas em Nova Iguaçu e duas em São Gonçalo, além de uma loja, cada, nas cidades de São João do Meriti, Magé, Itaguaí, Nilópolis, Barra do Piraí e Nova Friburgo.

A operação, que ainda não foi apreciada pelo Cade, não teve o valor revelado.

O órgão antitruste impôs no ano passado a venda de 74 unidades da Via Varejo para aprovar a associação entre suas bandeiras Casas Bahia e Ponto Frio, anunciada no fim de 2009.

Questionada pela Reuters, a Via Varejo se limitou a dizer que o negócio com a Casa & Vídeo integra a venda de 42 unidades do total exigido pelo Cade, acrescentando ter encerrado a atividade das 32 restantes durante o segundo trimestre. A Casa & Vídeo não retornou os pedidos de comentários.

Em dezembro passado, o rival Magazine Luiza já havia anunciado acordo para ficar com 15 pontos da Via Varejo no âmbito do acordo fechado pela companhia com o Cade, por 10,98 milhões de reais. O negócio contemplava 13 unidades no Estado de São Paulo e duas em Minas Gerais. nE5N0IX05D

As lojas compradas pelo Magazine Luiza e Casa & Vídeo somam 27 pontos. A Via Varejo não especificou os compradores das demais unidades vendidas por determinação do Cade.

(Por Marcela Ayres)