Brasil reduz déficit na balança comercial do setor de petróleo em junho

sexta-feira, 1 de agosto de 2014 17:49 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - As importações de petróleo e derivados pelo Brasil mais uma vez superaram as exportações, mas o déficit ficou bem abaixo do registrado um ano atrás, em um momento em que o país está extraindo mais petróleo, segundo dados da Secretaria de Comércio Exterior divulgados nesta sexta-feira.

As importações de petróleo, combustíveis e lubrificantes no último mês somaram em 4,58 bilhões de dólares, ante exportações de 2,94 bilhões de dólares (déficit de 1,64 bilhões de reais).

Em julho de 2013, as importações atingiram 4,94 bilhões de dólares, contra exportações de 1,16 bilhões de dólares (déficit de 3,78 bilhões).

Em junho, o déficit da balança comercial do setor de petróleo havia sido de 1,32 bilhões de dólares.

Os dados mais recentes de produção de petróleo no país, de maio, apontaram crescimento de 9,8 por cento ante 2013, segundo a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

A demanda brasileira por petróleo e combustíveis maior que a capacidade de produção, aliada às compras no exterior por preços menores que os repassados aos consumidores, tem gerado sucessivos prejuízos na área de abastecimento da Petrobras nos últimos anos.

(Por Gustavo Bonato)