Embarque de minério do país cresce 5% em julho; receita recua por preços baixos

sexta-feira, 1 de agosto de 2014 19:05 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - As exportações de minério de ferro do Brasil cresceram 5 por cento em julho frente o mesmo mês do ano anterior, para 31,18 milhões de toneladas, marcando o maior patamar mensal desde dezembro de 2013, mas a receita com os embarques recuou 18 por cento por preços mais baixos, segundo dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex) divulgados nesta sexta-feira.

O preço da tonelada exportada do minério em julho foi de 70,1 dólares, queda de 21,9 por cento frente os 89,8 dólares/tonelada de julho de 2013, com a cotação global da commodity sendo pressionada por uma maior oferta do produto.

O faturamento com as exportações de minério de ferro --principal produto da pauta de vendas externas do Brasil-- foi de 2,18 bilhões de dólares em julho, frente os 2,66 bilhões do mesmo mês de 2013.

Em junho, o minério de ferro no mercado à vista da China caiu para uma mínima de mais de 20 meses, de acordo com o Steel Index.

O cenário de maiores volumes de minério de ferro, mas com preços que queda, limitou ganhos da Vale --maior produtora global de minério de ferro. A mineradora publicou na quinta-feira lucro líquido de 3,187 bilhões de reais no segundo trimestre.

Os preços do produto da Vale caíram 17,6 por cento no segundo trimestre ante o mesmo período de 2013, para 84,60 dólares por tonelada.

(Por Marta Nogueira)