Goldman próximo de comprar sistema de mensagem como alternativa ao da Bloomberg

domingo, 3 de agosto de 2014 10:52 BRT
 

NOVA YORK (Reuters) - Instituições de Wall Street lideradas pelo Goldman Sachs estão perto de comprar uma participação no sistema de "chat" e mensagens instantâneas da startup Perzo, em busca de uma alternativa para um aplicativo semelhante ao da Bloomberg, disseram fontes familiarizadas com os planos do Goldman.

Os bancos estão tentando cortar custos, diante dos volumes de negócios lentos e maior regulação, que pesam sobre as receitas. A Bloomberg tem dominado esse sistema em Wall Street durante anos --a sua aplicação é parte de um terminal de dados, negociação e notícias, que custa cerca de 20.000 dólares por ano. Os aplicativos Perzo são gratuitos.

Vários bancos e gestores de ativos estão considerando um investimento na Perzo, incluindo Morgan Stanley, JPMorgan Chase & Co, Bank of America Corp, Deutsche Bank AG, entre outros, disseram duas fontes com conhecidomento do assunto, que não quiseram comentar publicamente.

Porta-vozes do Goldman Sachs não quisem comentar sobre o investimento na Perzo. A Bloomberg se recusou a comentar o assunto.

A Perzo é uma startup com sede na Califórnia, fundada por David Gurle, que recusou um pedido de comentário.

Os bancos têm procurado alternativas de mensagens para o sistema fechado da Bloomberg durante anos e tiveram sucesso limitado.

Isso porque o mecanismo da Bloomberg é usado por muitos em Wall Street.

A Thomson Reuters, que compete com a Bloomberg em notícias, dados e análises, tem um sistema de bate-papo com mais de 200.000 usuários, em comparação com a Bloomberg, que tem 320.000.

(Por Lauren Tara LaCapra e Jennifer Saba)