Mercedes corta preços novamente em meio a investigação na China

segunda-feira, 4 de agosto de 2014 10:34 BRT
 

Por Samuel Shen e Norihiko Shirouzu

XANGAI (Reuters) - A Mercedes-Benz, da Daimler, disse que a marca de automóveis de luxo alemã vai cortar os preços na China de mais de 10 mil peças de reposição em 15 por cento, em média, menos de um mês depois de ter anunciado uma redução abrangente de preços dos serviços de reparação e manutenção.

A medida, anunciada no fim de semana no site da Mercedes-Benz para o mercado da China, ocorre conforme a pressão dos reguladores anti-monopólio da China aumenta sobre as montadoras globais para acabar com o que esses órgãos do governo consideram ser manipulação de preços em componentes de reparação e substituição por muitas marcas de automóveis estrangeiras.

A China está intensificando esforços para fazer com que empresas atuem em conformidade com uma lei anti-monopólio promulgada em 2008, tendo nos últimos anos como alvo indústrias que vão desde as farmacêuticas e os produtores de leite em pó aos joalheiros e empresas de tecnologia.

A partir de 1 de setembro, a Mercedes-Benz irá voluntariamente reduzir os preços de mais de 10 mil peças de reposição em 15 por cento, em média, cobrindo todos os seus modelos na China "em resposta a uma investigação anti-monopólio" pela Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma na indústria automobilística, disse a companhia em um comunicado enviado por e-mail na segunda-feira.