Dólar fecha praticamente estável ante real, em dia de poucas notícias

segunda-feira, 4 de agosto de 2014 17:51 BRT
 

Por Bruno Federowski

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar fechou praticamente estável nesta segunda-feira, na casa dos 2,26 reais, num dia marcado pela agenda carente de notícias relevantes e após o Banco Central sinalizar que deve rolar fatia maior dos swaps que vencem em 1º de setembro.

A divisa dos Estados Unidos fechou com oscilação positiva de 0,09 por cento, a 2,2625 reais na venda, após recuar pela manhã a 2,2482 reais na mínima do dia. Segundo dados da BM&F, o giro financeiro ficou em torno de 1 bilhão de dólares.

"O mercado tem sido muito pequeno e o investidor acaba tendo que operar no curto prazo. E não ajuda que hoje é começo de mês, que é tradicionalmente um momento mais parado", afirmou o gerente de câmbio da corretora Treviso, Reginaldo Galhardo.

Após o fechamento dos mercados na sexta-feira, o BC anunciou que daria início nesta sessão à rolagem dos swaps cambiais, equivalentes a venda de dólares, que vencem em setembro, com a oferta de até 8 mil contratos.

A oferta total foi arrematada em leilão nesta segunda-feira. Com isso, o BC rolou cerca de 4 por cento do lote total, equivalente a 10,070 bilhões de dólares.

Se mantiver esse ritmo de oferta até o fim do mês, o BC rolará cerca de 80 por cento do lote de setembro, mais do que os 70 por cento rolados no mês passado. Essa perspectiva ajudou o dólar a abrir em queda ante o real.

"O anúncio do BC deu alguma tranquilidade para o mercado realizar lucros depois de toda a movimentação da semana passada (quando o dólar acumulou alta de 1,48 por cento)", afirmou o gerente de câmbio da corretora Fair, Mario Battistel. Desde março o BC tem rolado entre 50 e 80 por cento dos vencimentos de swaps.

"O dólar deve voltar a cair um pouco agora. Talvez não volte aos 2,20 reais, mas pelo menos aquela pressão de alta perdeu força", acrescentou.   Continuação...