Lucro da BR Malls recua 13,6% e fecha o 2o tri em R$105,9 mi

segunda-feira, 4 de agosto de 2014 20:13 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O lucro líquido da administradora de shopping centers BR Malls caiu 13,6 por cento no segundo trimestre, na comparação anual, mas ficou acima do previsto por analistas.

A empresa teve lucro líquido ajustado de 105,9 milhões de reais no segundo trimestre ante 122,6 milhões um ano antes. A média das estimativas de analistas obtidas pela Reuters apontava para um lucro de 93,5 milhões de reais.

"No segundo trimestre de 2014 mantivemos nosso crescimento em patamares saudáveis mesmo em um cenário mais desafiador. No mês de junho, os efeitos negativos da Copa do Mundo afetaram o fluxo e consequentemente a operação de nossos shoppings", disse a companhia nesta segunda-feira, em seu relatório de resultados.

As vendas nos shoppings companhia somaram 5,36 bilhões de reais no segundo trimestre, alta de 6,8 por cento na comparação anual, conforme a prévia operacional divulgada em julho.

As vendas no critério mesmas lojas (abertas há mais de 12 meses) nos shoppings da empresa subiram 7,5 por cento, ante incremento de 6,2 por cento um ano antes.

Mesmo com o avanço, a BR Malls informou que os horários limitados de funcionamento em dias de jogos do Brasil na Copa do Mundo, o fluxo reduzido de pessoas após os jogos, e a campanha do Dia dos Namorados no mesmo dia da abertura do evento, 12 de junho, pressionaram os resultados.

Além disso, as vendas de participação também tiveram impacto sobre os resultados do segundo trimestre.

Na ocasião da divulgação dos resultados do primeiro trimestre, em maio, a BR Malls informou a venda de suas fatias nos shoppings Metrô Tatuapé (SP), Pátio Belém (PA) e Big Shopping (MG), além de fatia de 49 por cento de sua participação no Ilha Plaza Shopping (RJ). As vendas corresponderam a 16,6 mil metros quadrados de Área Bruta Local (ABL) própria e totalizaram 198,7 milhões de reais.

Assim, a receita líquida da BR Malls subiu 5,4 por cento e totalizou 332,4 milhões de reais. O Ebitda (sigla em inglês para lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado foi de 267,8 milhões, alta anual de 7 por cento.   Continuação...