Deutsche Bank eleva preço-alvo da Cielo para 45 reais

terça-feira, 5 de agosto de 2014 09:59 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O analista Tito Labarta, do Deutsche Bank, elevou seu preço-alvo para as ações ordinárias da Cielo (CIEL3.SA: Cotações), a maior processadora de pagamentos com cartões do Brasil, para 45 reais, ante 36,5 reais, ampliando o horizonte do preço-alvo para 2015 após revisar as estimativas de lucro para 2014 e 2015.

Em nota a clientes divulgada nesta terça-feira, Labarta disse que, com o novo preço-alvo, as ações da Cielo oferecem um potencial alta de apenas cerca de 5 por cento a investidores. No entanto, as características defensivas da Cielo, com dívida e risco de crédito baixos, crescimento ainda saudável e uma sólida geração de caixa, permitiram que Labarta mantivesse uma classificação de "manter" para o papel.

"Embora as tendências operacionais provavelmente vão se deteriorar um pouco para o restante do ano, conforme o crescimento de volume desacelera de níveis máximos e as despesas por investimentos aumentam, ainda esperamos um saudável crescimento do lucro, uma vez que a desaceleração no crescimento do volume deve ser gradual e o adiantamento de recebíveis continua a suportar o lucro", disse Labarta. "As despesas vão provavelmente atingir um pico na primeira metade de 2015".

(Por Guillermo Parra-Bernal)