Crescimento dos serviços nos EUA tem máxima em 8 anos e meio, mostra ISM

terça-feira, 5 de agosto de 2014 11:13 BRT
 

(Reuters) - O ritmo de crescimento do setor de serviços dos Estados Unidos atingiu em julho a máxima em 8 anos e meio, impulsionado pelo crescimento da atividade empresarial, de novas encomendas e do emprego, de acordo com relatório do Instituto de Gestão de Fornecimento (ISM, na sigla em inglês) divulgado nesta terça-feira.

O índice do setor de serviços cresceu para 58,7 no mês passado, máxima desde dezembro de 2005, ante 56,0 em junho. A leitura superou expectativas de economistas de 56,3, de acordo com pesquisa Reuters.

Leitura acima de 50 indica expansão do setor.

A atividade empresarial não manufatureira subiu a 62,4, máxima desde fevereiro de 2011, ante 57,5 em junho, e o índice de novas encomendas saltou a 64,9, máxima desde agosto de 2005, ante 61,2 em junho. O emprego avançou a 56, máxima em seis meses, ante 54,4 em junho.

(Reportagem de Rodrigo Campos)