Bolsa dos EUA fecha perto da estabilidade, preocupação sobre Rússia ofusca ganhos

quarta-feira, 6 de agosto de 2014 19:20 BRT
 

Por Akane Otani

NOVA YORK (Reuters) - Os principais índices de ações dos Estados Unidos fecharam perto da estabilidade nesta quarta-feira, com preocupações sobre a escalada das tensões entre a Rússia e a Ucrânia e o fim das negociações para a fusão da Sprint e T-Mobile ofuscando os ganhos com ações de produtos essenciais de consumo.

O índice Dow Jones fechou em alta de 0,08 por cento, a 16.442 pontos e o S&P 500 ficou estável, a 1.920 pontos. O Nasdaq Composite ganhou 0,05 por cento, a 4.355 pontos.

Uma venda inicial levou o S&P 500 para sua média móvel de 100 dias, mas na última hora de negociação, o índice de referência voltou à estabilidade. Os setores tiveram desempenhos mistos, com quatro dos 10 setores industriais do S&P encerrando com ganhos.

O índice de serviços de telecomunicações do S&P 500 teve o pior desempenho, com recuo de 1,3 por cento, com as ações da AT&T e da Verizon recuando após a notícia de que Sprint, em face da resistência regulatória, desistiu de sua oferta pela T-Mobile.

A Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) relatou que a Rússia possui cerca de 20 mil soldados prontos para o combate na fronteira leste da Ucrânia que poderiam ser usados para invadir o país vizinho. Além disso azedar o humor, o presidente russo Vladimir Putin anunciou a maior resposta econômica de Moscou a sanções ocidentais até o momento.

Do lado positivo, as ações da Molson Coors Brewing subiram 5,8 por cento para 71,08 dólares, depois de resultados melhores do que o esperado.

As ações da Twenty-First Century Fox subiram 3,3 por cento, para 32,33 dólares, um dia depois que a companhia retirou a sua oferta de 80 bilhões de dólares para comprar a Time Warner. O papel da Time Warner caiu 12,9 por cento para 74,24 dólares.

(Por Caroline Valetkevitch)