Ações asiáticas caem pressionadas por tensões na Ucrânia

quinta-feira, 7 de agosto de 2014 07:43 BRT
 

Por Hideyuki Sano

TÓQUIO (Reuters) - As ações asiáticas recuaram à medida que investidores se dirigiam para ativos seguros como títulos e ouro nesta quinta-feira, assustados por uma concentração de tropas russas na fronteira com a Ucrânia e sanções econômicas retaliatórias entre o Ocidente e Moscou.

A confiança piorou ainda mais na Ásia depois que o dólar australiano, visto como um barômetro do apetite por risco, despencou depois que a taxa de desemprego na Austrália subiu inesperadamente a uma máxima de 12 anos, desencadeando conversas sobre um corte na taxa de juros no país.

Às 7h37 (horário de Brasília), o índice MSCI que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão caía 0,57 por cento, mas o índice japonês Nikkei virou e fechou em alta após a Reuters publicar notícia de que o fundo público de pensão do Japão vai elevar as alocações para ações.

"Tivemos fatores negativos quando investidores já tinham sentido que as ações estão um pouco arriscadas pois são sustentadas por expectativas de uma política monetária frouxa em vez de uma economia forte", disse o estrategista-chefe de títulos em iene Akito Fukunaga, do Barclays em Tóquio.

"É por isso que os preços de ativos de risco estão sofrendo um grande impacto agora", acrescentou ele.

A Rússia disse na quarta-feira que irá banir todas as importações de alimentos dos Estados Unidos e de vegetais e frutas da Europa, em uma resposta às sanções ocidentais impostas por seu apoio aos rebeldes na Ucrânia.