Draghi diz que crise da Ucrânia é risco à zona do euro

quinta-feira, 7 de agosto de 2014 11:26 BRT
 

FRANKFURT (Reuters) - A crise na Ucrânia representa um risco à economia da zona do euro, embora o provável impacto das sanções europeias à Rússia e medidas retaliatórias seja incerto, afirmou nesta quinta-feira o presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi.

"Certamente um dos riscos seria os acontecimentos geopolíticos", disse Draghi em entrevista à imprensa depois de o BCE ter mantido as taxas de juros em mínimas recordes.

A União Europeia impôs sanções direcionadas aos setores bancário, de defesa e energia da Rússia devido ao apoio de Moscou a separatistas pró-Rússia no leste da Ucrânia, enquanto a Rússia baniu importações de frutas e vegetais da União Europeia.

Draghi disse que é difícil avaliar o provável impacto de uma crise no início, acrescentando que "se alguém observar os números de fluxo comercial ou financeiro, eles de maneira geral revelariam um cenário de interconexões muito limitadas". Ele disse que apenas algumas poucas grandes instituições financeiras europeias estão especialmente expostas à Rússia.

(Por Paul Carrel)

 
Presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, durante coletiva de imprensa em Frankfurt. 7/08/2014. REUTERS/Ralph Orlowski