Exportação de café verde do Brasil sobe 37,5% em julho, diz Cecafé

quinta-feira, 7 de agosto de 2014 16:08 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - As exportações de café verde do Brasil subiram 37,5 por cento em julho, para 2,66 milhões de sacas, na comparação com o mesmo mês de 2013, informou nesta quinta-feira o Conselho dos Exportadores de Café do Brasil (Cecafé).

A venda de café arábica no período somou 2,24 milhões de sacas, 28,8 por cento a mais ante julho do ano passado, enquanto as vendas do café robusta saltaram 114 por cento, para 420,9 mil sacas.

Os embarques de café torrado e moído e solúvel avançaram 7,6 por cento, para 321,7 mil sacas.

"O resultado do mês de julho, início da safra 2014/15, de 2.981.183 sacas é muito positivo e, em grande parte, resulta de estoques remanescentes", disse o diretor-geral do Cecafé, Guilherme Braga em nota.

Ele acrescentou que a manutenção desta performance favorável para os meses seguintes está condicionada à colheita da safra em curso.

A safra do Brasil, maior exportador do mundo da commodity, sofreu quebra em função de uma seca sem precedentes que atingiu importantes regiões produtoras, levando a revisões para baixo nas estimativas de safra e numa escalada dos preços internacionais do café.

A receita com as exportações totais no primeiro mês da temporada 2014/15 atingiu 556,96 milhões de dólares, com alta de 59 por cento na comparação com o mesmo período da safra passada, como resultado do salto nos preços.

O acompanhamento do Cecafé indica que o preço médio da saca de café subiu 19 por cento, para 186,63 dólares.

O Cecafé também destacou ainda o bom volume exportado no período de janeiro a julho deste ano, de 20,56 milhões de sacas, suficiente para manter a participação no mercado mundial em torno de 32 por cento.

(Por Fabíola Gomes)