Ação da Estácio lidera perdas no Ibovespa, afetando setor de educação

sexta-feira, 8 de agosto de 2014 16:51 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - As ações da Estácio Participações lideravam as quedas no Ibovespa nesta sexta-feira, pressionando os papéis do setor de educação como um todo, após a companhia indicar um crescimento de novas vagas para o ensino presencial para o ano menor do que algumas expectativas no mercado.

Às 16h45, as ações recuavam 6,23 por cento, a 27,71 reais. O Ibovespa neste momento cedia 0,79 por cento.

As ações da Kroton também sofriam, com queda de 2,41 por cento, assim como os papéis de Anima e Ser Educacional, que não fazem parte do Ibovespa, com declínios de 4,37 e 3,37 por cento, respectivamente.

Em teleconferência com analistas, a companhia de educação superior privada estimou que deve ter um crescimento na captação de alunos presenciais em 2014 entre 4 e 8 por cento, citando que todo o processo de captação para o segundo semestre se encontra atrasado em função da Copa do Mundo.

"Alguns agentes de mercado tinham algo mais para 10-12 por cento em suas estimativas", disse o BTG Pactual, em nota a clientes no início da tarde, lembrando que a previsão da casa é de 8,5 por cento.

Na visão dos analistas do BTG, o prognóstico da Estácio está longe de ser "desastroso". Para eles, é até "bastante saudável", quando se considera a grande exposição deles ao Rio de Janeiro, que realmente 'parou durante a Copa, e "que o contínuo benefício da 'morte lenta' da Galileo se encerrou no segundo trimestre de 2013". Os analistas fizeram referência à então mantenedora da UniverCidade e da Gama Filho, descredenciadas pelo MEC em janeiro, com parte dos alunos transferidos à Estácio.

De acordo com o BTG, há claramente uma maior alocação ao setor e qualquer barulho desencadeia grande volatilidade. Os analistas da casa disseram que o movimento é exagerado e que são compradores.

A Estácio, a primeira do setor a divulgar os resultados na noite de quinta-feira, viu seu lucro crescer 84,2 por cento no segundo trimestre, em linha com as estimativas de analistas, enquanto segue com pequenas e médias aquisições, com o anúncio da compra da Literatus, no Norte do país.

A equipe do Credit Suisse escreveu mais cedo que "mais uma vez, a Estácio foi capaz de proporcionar uma sadia expansão da receita, impulsionada pelo forte desempenho tanto na base de alunos como no ticket médio".   Continuação...