Dow Jones e S&P 500 têm maior alta diária desde março

sexta-feira, 8 de agosto de 2014 18:48 BRT
 

NOVA YORK (Reuters) - Os índices das bolsas americanas S&P e Dow Jones tiveram o melhor dia desde março nesta sexta-feira, com o mercado impulsionado pela notícia de que a Rússia estava terminando exercícios militares perto da fronteira com a Ucrânia, dado que se sobrepôs ao temor com ataques aéreos dos Estados Unidos no Iraque.

O Dow Jones subiu 1,12 por cento, a 16.550 pontos. O S&P 500 avançou 1,14 por cento, a 1.931 pontos. O Nasdaq evoluiu 0,83 por cento, a 4.370 pontos. Na semana, o Dow subiu 0,4 por cento, o S&P 500 ganhou 0,3 por cento, e o Nasdaq teve alta de 0,4 por cento.

Os ganhos desta sexta-feira ajudaram os indicadores a apagar as perdas da semana com os índices ganhando força no fim do pregão. O índice de volatilidade CBOE mercado caiu 5,7 por cento.

As bolsas têm estado sob pressão, com investidores receosos com forte rali recente das ações e incerteza ao redor do mundo. Mercados se animaram após o Ministério da Defesa da Rússia dizer que os exercícios militares acabaram na fronteira com a Ucrânia.

"A notícia do distensionamento na Rússia e o governo (dos EUA) dizendo exatamente o que está fazendo no Iraque, foram fatores que ajudaram a esclarecer algumas incertezas no mercado", disse Malcolm Polley, presidente e vice-presidente financeiro da Stewart Capital Advisors na Indiana, Pensilvânia.

Nesta sexta-feira, os EUA fizeram ataques aéreos contra forças do Estado Islâmico na capital curda do Iraque. Foi o primeiro ataque autorizado contra o Iraque desde que o presidente norte-americano, Barack Obama, retirou as tropas dos EUA em 2011.