Petrobras recebe multas que somam quase R$8 milhões, diz ANP

sexta-feira, 8 de agosto de 2014 21:48 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) negou dois recursos impetrados pela Petrobras e determinou que a estatal pague multas que somam quase 8 milhões de reais, devido a irregularidades relacionadas ao regulamento dos sistemas de medição da produção encontradas em duas plataformas.

A negativa da autarquia aconteceu na reunião de diretoria de 30 de julho e consta na ata a qual a Reuters teve acesso.

Uma das duas plataformas onde foram encontradas irregularidades foi a Capixaba, que opera no campo de Jubarte, no Parque das Baleias, na Bacia de Campos.

As não conformidades foram constatadas em junho de 2010 e geraram multa de 3 milhões de reais. A Petrobras recorreu da autuação, o que foi negado pela ANP na última semana.

A outra unidade de produção onde foram encontradas infrações é a Cherne 2. Nela foram detectadas 11 não conformidades em inspeção realizada em janeiro de 2010.

A Cherne 2 é responsável pela produção das concessões de Cherne, Congro e Malhado, na Bacia de Campos.

Nesse caso, a Petrobras recorreu da decisão relacionadas a cinco das 11 infrações, o que também foi negado pela autarquia, que determinou multa no valor de 4,95 milhões de reais.

Para as seis infrações demais, a Petrobras já efetuou anteriormente o pagamento de multa de 5,67 milhões.

Procurada para comentar, a Petrobras não respondeu imediatamente.   Continuação...